Início > Noticias > Ciclovias em 19 capitais crescem 453 km

Ciclovias em 19 capitais crescem 453 km

Levantamento mostrou que em dois anos a rede de ciclovias e ciclofaixas de 19 capitais avançou cerca de 21%. Mas há cidades que "perderam" alguns quilômetros.

Não, não é uma competição, mas São Paulo é hoje a capital brasileira com mais quilômetros de ciclovias e ciclofaixas, num total de 468 km. Logo em seguida, vêm Rio de Janeiro e Brasília, com 450 km e 420 km, respectivamente.

O ranking é resultado de levantamento realizado nesta semana pela equipe do Mobilize a partir de consultas a prefeituras dessas cidades. Em 2015, a extensão da rede cicloviária nas 19 capitais brasileiras totalizava 2.089,8 km. Passados dois anos, ciclovias e ciclofaixas construídas somam agora 2.526,61 km.

Assim, na comparação de dois anos (abril de 2015 a fev. de 2017), as principais capitais do país ampliaram sua estrutura cicloviária em 452,8 km, o que ainda é muito pouco. São 2.526,61 km  em cidades que têm quase 90 mil km de vias, ou seja, menos de 3% da extensão total dos sistemas viários dessas localidades. 

Em números absolutos, as cidades com mais quilômetros construídos em suas redes cicloviárias, no período de dois anos, foram: São Paulo (+ 202,5 km), Fortaleza (+ 81,6 km), Rio de Janeiro (+ 76 km), Salvador (+ 31,9 km) e Rio Branco (+ 29 km). 

Uma observação metodológica: para o levantamento, consideramos dois tipos de estrutura - ciclovias e ciclofaixas - deixando de fora instalações não exclusivas para bicicletas como as ciclorrotas, ou de caráter esporádico, como as ciclofaixas de lazer. Outra percepção que se fez evidente nos contatos foi a falta de precisão das informações sobre a extensão dessa infraestrutura: algumas cidades "perderam ciclovias", a julgar pelos dados numéricos informados, inferiores aos de 2015.

Matéria originalmente publicada no portal Mobilize!